leigos_01_eTodo cristão é chamado a uma vocação, pode se dar de diversas formas. O primeiro chamado que Deus nos faz é a vida, que deve ser de gratuidade para com o Pai que nos criou e aos irmãos. Pelo batismo aderimos o projeto de Cristo, que nos chama a trabalhar pela “vinha do Senhor”, existe varias vias que nos levam a responder esse chamado que acontece no meio do povo, uma dessas vias é o Carmelo.

“O Carmelo não é uma organização, e nem mesmo uma organização cristã, mas uma Comunidade Cristã; comprometida a levar uma vida evangélica. Conseqüentemente, o chamado para o Carmelo é uma vocação. Esta vocação, como todas vocações, requer não somente um cuidadoso discernimento, mas uma cuidadosa manutenção/sustentação a graça da vocação implica um compromisso em vista da perseverança naquela vocação.” ( Provincial Statutes I, 4:1)

O carisma carmelita não é propriedade exclusiva da Família Carmelita; nós somos depositários e temos o sagrado dever de o transmitir às gerações frituras e de o partilhar com as pessoas com quem convivemos. Naturalmente, cada geração deixa a sua marca no carisma pela maneira como o entende e o vive. (Prior Geral Pe. Josepb Chalmers).

Na vida leiga o cristão tem o mesmo direito de viver e beber da fonte do Carmelo. Cada pessoa é chamada a “terra do Carmelo”. A exemplo de Maria nossa Mão e Irmã e do Profeta Elias no inspirado e Pai espiritual temos a certeza de estarmos seguindo Cristo através da ORAÇÃO, FRATERNIDADE E SERVIÇO, pilares do carisma carmelitano.
Como aderir o carisma Carmelitano sendo Leigo na Igreja?

Primeiramente você deve se sentir chamado a seguir a Cristo pelo Carmelo. Em um segundo momento procurar um frade e/ou um leigo que já viva esse carisma e se aprofundar. E ao sentir-se chamado deve procurar um grupo de leigos e iniciar sua formação.