Santos do Carmelo

"Santos carmelitas: imitadores de Jesus Cristo e inspiradores de nossa caminhada"

Oh! Carmelo glorioso,

Geração ilustre e santa!

Partilhando do teu gozo,

Nossa alma exulta e canta.

(extraído do Hino do Ofício das Leituras da Festa de Todos os Santos Carmelitas)

      Todos nós somos chamados à viver à Santidade, ser Santos assim como o nosso Pai Celeste é Santo (Cf. Mt 5, 48). Por isso, nos seus mais de 800 anos de história a Ordem dos Irmãos da Bem Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo consagrou aos altares da Santa Igreja muitos Santos e Beatos, mediante o seu testemunho autêntico em Jesus Cristo. Alguns deles são conhecidos pela grande maioria das pessoas, a saber: Santa Teresa de Jesus, Santa Teresinha do Menino Jesus, São João da Cruz, Santa Edith Stein, entre outros. Neste rol dos Santos, incluem-se uma diversidade de funções e carismas, exercendo o ofício como pregadores, como mestres, como doutores, como missionários, como mártires ou como religiosas.

      Na Liturgia das Horas Carmelitana traz-se presente a memória de todos os Santos e Beatos que “consagraram a sua vida a Deus, seguindo os ensinamentos do seu Filho e imitando a sua vida, e se entregaram ao serviço da Virgem Maria”, conforme consta na introdução da Festa de Todos os Santos Carmelitas, celebrada no dia 14 de novembro.  São homens e mulheres, humanos semelhantes a nós, que atraídos pelo chamado do próprio Cristo serviram à Igreja e ao povo de Deus como consagrados a Deus. Fortalecidos pelo alimento espiritual, eles puderam beber das águas cristalinas da Fonte de Elias, de subir o Monte Carmelo, de saborear os deliciosos frutos que esta Terra do Carmelo nos tem dado, enfim, de continuar a sua missão confiada por Deus.

     Conforme a Regra do Carmo, as pessoas consagradas ao carisma carmelitano colocam suas vidas em “obséquio de Jesus Cristo, servindo-o fielmente com o coração puro e reta consciência (RC, 2). Em Cristo encontra-se a centralidade da nossa vida e vocação, a nossa razão de ser e viver enquanto religiosos consagrados. Nesse sentido, estes Santos e Beatos procuraram configurar-se inteiramente à imagem de Cristo, seja nas suas palavras, seja nas atitudes, seja nas ações do cotidiano. Mais do que o extraordinário realizado por eles, o ardor de santidade dá-se principalmente pelo ordinário de suas vidas.

     Na contemporaneidade, tais Santos continuam a perpetuar na memória das pessoas, seja de forma devocional, seja de forma espiritual.  Por isso, o grande legado ou a grande herança deixada por estes Santos é sem dúvida a sua espiritualidade, caracterizada pelo carisma carmelitano e fundamentada em Jesus Cristo. Nos Santos carmelitas é notável perceber a beleza dos seus escritos, o engajamento na sociedade, a misticidade nas palavras, a forma de ser e de agir no mundo. Isto enriquece o Carmelo, torna-o uma escola de oração e santidade, vivo e presente em nossa sociedade.

     Assim sendo, o testemunho destes Santos inspira muitas pessoas, de tempos em tempos, de lugares variados, de culturas diferentes, a também fazer esta experiência vivificadora em suas vidas. De tal forma, o Carmelo é um jeito fascinante de seguir Jesus Cristo!

Frei Alberto Henrique Ferreira Marini, O. Carm.

Pedidos de oração