Vida Fraterna

A FRATERNIDADE NO CARMELO

      As Constituições (documento maior para uma congregação) de nossa Ordem descrevem sobre a fraternidade: “A atitude contemplativa para com o mundo em torno de nós, que nos faz descobrir Deus presente nas nossas experiências quotidianas, leva-nos a encontrá-lo especialmente nos nossos irmãos. Assim, somos levados a valorizar o mistério das pessoas que nos são próximas e com as quais compartilhamos a nossa vida.” Desta forma, o carisma carmelitano está estritamente ligado ao dom de criar comunhão, de formar comunidade.

Vós sois todos irmãos (Mt 23, 8)

     O Carmelo chama a cada um que professa a consagração total de sua vida a Deus pelos votos evangélicos de “frei”. Frei deriva-se da palavra latina “frater”, que quer dizer “irmão”. Por isso, desde este pronome de tratamento, a marca de uma vida de comunhão, de corresponsabilidade, de partilha, de projetos comuns aparece como grande luz no Carmelo e para toda a Igreja.

     Uma comunidade carmelitana, uma comunidade de irmãos, de freis no Carmelo, nasce a partir da inspiração trinitária do Deus que faz comunidade, que faz koinonia e chama a cada um e cada uma a tomar parte nesta missão. As inspirações bíblicas de um Deus que une se encontram sempre presentes tanto no Antigo (cf. Dt 27) quanto no Novo Testamento (cf. At 2, 44). Sendo os Carmelitas considerados “filhos de profetas” e irmãos da Bem-Aventurada Virgem Maria, não poderíamos deixar de fazer a comunidade uma parte essencial do carisma.

Diaconia fraterna

     E como se vive o dom da fraternidade no Carmelo? De muitos meios a graça da comunhão cresce e se manifesta. Não é, porém sem as limitações humanas de cada membro da comunidade, mas tudo que se deixa estar animado pelo Espírito floresce e se vivifica. Por isso, a fraternidade carmelitana, o dia-a-dia em comum, se afirma pela diaconia, pelo serviço fraterno em que um irmão contribui no crescimento e na força do outro.

     A diaconia vai se expressando nos momentos de oração e escuta da Palavra em que todos os dias a comunidade é convidada a se encontrar; se expressa no acompanhamento espiritual e humano de cada irmão nos momentos seja de alegria, seja de dor; e se expressa na diaconia profética em que a comunidade é convidada para abraçar junto a missão por um mundo mais justo e solidário.

     Os frutos da vida fraterna vão sendo colhidos a cada dia no Carmelo, como alimentos para a santificação e que santificaram tantas almas que desta fonte se alimentaram. Que sejam para ti inspiração de vida e sinal de que há um Reino possível de ser construído pela comunhão de vidas e corações, chamados por causa de um grande amor.

Frei Vinicius Alexandre Beiger da Luz, O. Carm.

Pedidos de oração